O que está acontecendo?

Distorcido na TV

Distorcido na TV

Chato é aquele cara que ainda reclama enquando todo mundo já não tá mais nem aí.

Quando cheguei em casa um dia e encontrei uma TV novinha, dessas genéricas de 32”, já instalada e funcionando na sala, algo começou a me incomodar.

Demorei ali uns cinco minutos até descobrir a causa e encontrar a ervilha embaixo do colchão. Era a imagem, a imagem estava esticada na horizontal.

As gostosas coxudas eram gostosas coxudas de Itu e todos os apresentadores e cantores, até os conhecidamente franzinos, tinham ombros largos. Todos os gordos eram Jô Soares e Jô Soares era o Godzilla.

Televisão me faz parecer gordo, já ouviu essa? É antiga, é do tempo em que as TVs eram de tubo e tinham uma tela que era praticamente uma bola de vidro. A imagem era inflada, dando a impressão de maior largura dependendo do angulo de visão.

Mas espera aí, isso ainda acontece? Em pleno 2011, TVs de tela plana de dezenas de polegadas e ainda temos essa sensação? WTF!?

Simples, as TVs atuais são widescreen, ou seja, tem uma proporção de tela diferente da que ainda é transmitida pela maioria dos canais, a boa e velha 4:3.

Meu amigo, nem o áudio estéreo se tornou comum e o som das TVs ainda é péssimo, que dirá uma proporção de tela maior. TV digital? Aqui no interior é TV a lenha!

E o engraçado é que, ao voltar a proporção normal e deixar a tevezona com duas faixas pretas laterais, todo mundo chiou. Mas gente, não tão vendo que assim é bem melhor? Mais real, mais natural? Não comprei uma TV grande pra ficar vendo essa imagem pequenininha, foi a resposta.

Devo mesmo ser muito chato, porque essa imagem esticada me tortura os olhos. É similar a ouvir uma música acelerada ou lenta demais. Que diabos, sou um chato fresco, então?

O jeito é sentar praticamente ao lado da TV e corrigir a distorção pelo ângulo, já que faço tanta questão assim de manter meu ponto de vista. Hahaha, pegou? manter meu ponto de vista, hahaha.